Monthly Archives: Fevereiro, 2018

Populares observam escombros da ponte que desabou, isolando milhares de famílias

Por Daniel Matos – O governador Flávio Dino (PCdoB) dá mais um atestado de incompetência ao mostrar-se incapaz de concluir a recuperação da MA-278, rodovia estadual que interliga os municípios de Barão de Grajaú e São Francisco do Maranhão, no leste maranhense. Orçada em quase R$ 45 milhões, a obra, herdada pelo comunista com cerca de 90% dos serviços já realizados, se arrasta há mais de quatro anos e em vez do avanço dos trabalhos o que se vê são danos nas estruturas já finalizadas, como o desabamento de uma porte, devido às fortes chuvas dos últimos dias.

Placa com informações sobre a obra, como preço, prazo de conclusão e origem de recursos para sua execução

A obra começou em janeiro de 2014 e deveria ter sido realizada em 24 meses, ou seja, a conclusão deveria ter ocorrido em janeiro de 2016, início do segundo ano de mandato de Flávio Dino no Palácio dos Leões. Mas, mesmo já tendo superado o dobro do prazo de execução, não há  qualquer definição sobre quando será finalizada.

Ponte que cedeu na MA-278, vista de outro ângulo: zona rural ficou isolada do resto da região

A obra consiste no melhoramento e pavimentação da estrada, em uma extensão de 67,58 quilômetros. Os recursos são oriundos do tesouro estadual e de um empréstimo contraído junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O valor total investido foi R$ 44.964.727,55.

Casa inundada por causa da má qualidade da oba na rodovia estadual

Revoltada, a população exige do governador comunista o término do serviço. Eles clamam por uma solução para o impasse, alegando que no período chuvoso sofrem ainda mais. Com os sucessivos temporais que têm castigado a região nos últimos dias, a situação ficou crítica. No trecho em obras, nenhum carro que ia da zona rural com destino à zona urbana conseguiu entrar em São Francisco do Maranhão. Outros acessos ficaram obstruídos, pois a rodovia dá acesso a todos os povoados do município.

Obra mal feita

Populares dizem que a obra é mal feita, pois nem bueiro existe para escoar a água da chuva. Além da queda da ponte, a rodovia foi cortada em outro trecho, agravando ainda mais a situação da rodovia, retrato de um governo falacioso e inapto a cumprir com eficiência sua missão de melhorar a vida do povo.

Tudo indica que Madeira ficará 4 anos de molho na chapada

A medida que a eleição se aproxima, aumenta o desespero do ex prefeito Madeira, ele é pré-candidato a deputado federal. Madeira e o Senador Roberto Rocha, tomaram na unha o partido do vice governador Carlos Brandão, os filiados se revoltaram e estão mudando de partido. No PSDB hoje, só tem Madeira e o filho do senador como candidatos, ninguém quer se filiar no partido, nenhum partido ta querendo coligar com eles. Já estão cogitando em trazer para o partido, o pré-candidato a governador, Eduardo Braide, pra vê se consegue mudar essa situação. Por outro lado, Madeira estava praticamente sozinho em Imperatriz como candidato a deputado federal, mas o jogo mudou, Ildon Marques é candidato e vem muito forte com o apoio do governo do estado. Analistas politicos já dão como certo a derrota de Madeira, tudo indica que ele voltará a fazer cirugias de fimose!!!

Vereadora será investigada pelo crime de peculato

A Policia Federal encaminhou ao Ministério Público o inquérito policial nº0193/2015, onde relata suposta inserção de vínculo empregatício fictício de Ernesto Porfírio Neto com a Câmara Municipal de Imperatriz/MA que em tese caracteriza o crime de peculato e por consequência ato de improbidade administrativa atribuído a Vereadora Maria de Fátima Lima Avelino. O Promotor Albert Lages Mendes abriu Procedimento de Investigatório Criminal com o objetivo de apurar possível prática, em tese, de crime tipificado no art. 312, do Código Penal (peculato), consistente em indícios de apropriação de verbas públicas mediante contratação fraudulenta de servidor para trabalhar no gabinete da investigada. Veja abaixo a íntegra do Procedimento Investigatório Criminal:

PORTARIA Nº 001/2018
PROCEDIMENTO INVESTIGATÓRIO CRIMINAL Nº 001/2018
SIMP nº008281-253/2017

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO MARANHÃO, por intermédio de seu representante nesta Comarca de Imperatriz, Dr. Albert Lages Mendes, titular da 6ª Promotoria Especializada, com base nos artigos 127 e art. 129, III, da Constituição Federal; art. 26 da Lei 8.625/95; pelo art. 4º, parágrafo único, do CPP, e pela Resolução 13/2006, do Conselho Nacional do Ministério Público, além de outras normas aplicadas à espécie:

Considerando que incumbe ao Ministério Público a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis (artigo 129 da CF), bem como o zelo pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância pública quantos aos princípios da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da publicidade e da eficiência (artigo 37 da CF);

Considerando as atribuições cíveis e criminais da 6ª Promotoria de Justiça Especializada de Imperatriz na tutela
coletiva do patrimônio público e da moralidade administrativa;

Considerando o teor do inquérito policial nº0193/2015 promovido pela Polícia Federal e encaminhado a este órgão pela Procuradoria da República no Município de Imperatriz, relatando suposta inserção de vínculo empregatício fictício de Ernesto Porfírio Neto com a Câmara Municipal de Imperatriz/MA que em tese caracteriza crime descrito no art. 312, do Código Penal(crime de peculato) e por consequência ato de improbidade administrativa atribuído a vereadora Maria de Fátima Lima Avelino, brasileira, casada, pedagoga, natural de Crato-CE, CPF nº270.697.023-53, RG nº055120472015-1-SSP/MA, praticados no período de junho/2007 a abril/2009;

Considerando que tal irregularidade, devidamente comprovada, constitui na prática, em tese, de crime tipificado no art. 312, do Código Penal além de afrontar os princípios da Administração Pública, fincados na Constituição Federal, art. 37, §4º e que constituirão dessa forma em ato de improbidade administrativa, previstos no art.9º, caput, da Lei nº 8.429/92;

Considerando que o prazo de tramitação da Notícia de Fato nº055/2017 já transcorreu e não foi possível concluir as investigações;

RESOLVE instaurar, com base na Resolução nº13/2006 do CNMP, através da presente portaria, o PROCEDIMENTO DE INVESTIGATÓRIO CRIMINAL com o objetivo de apurar possível prática, em tese, de crime tipificado no art. 312, do Código Penal(peculato), consistente em indícios de apropriação de verbas públicas mediante contratação fraudulenta de servidor para trabalhar no gabinete da investigada, devendo, para tanto, promover a coleta de informações, depoimentos, certidões, e demais diligências indispensáveis à instrução da causa, reunindo elementos para eventual Ação Judicial, determinando inicialmente:

1. Autue-se, registre-se no SIMP ou nos meios de costume, se ainda não disponível o sistema eletrônico, e publique-se com o envio desta portaria ao Diário de Justiça e Diário Eletrônico do MPMA (Lei nº 10.399 de 29 de Dezembro de 2015), via biblioteca da PGJ, bem assim no local de hábito;

2. Nomeia o Técnico Ministerial José Dantas Nóbrega, matrícula nº1070520, como secretário para atuar administrativamente neste feito, o qual deverá prestar compromisso;

3. Anexar à presente, os documentos referentes à NF nº055/2017;

4. Registrar no livro de Inquérito e Procedimentos a presente Portaria;

5. Oficie-se ao Conselho Superior do Ministério Público do Maranhão, comunicando a instauração do presente INQUÉRITO CIVIL, solicitando a publicação desta Portaria no Diário de Justiça;

6. Dê ciência às partes.

REGISTRE-SE e CUMPRA-SE. Expedientes necessários.

Cumpridas as determinações acima elencadas, voltem os autos conclusos para posterior deliberação.

Imperatriz, 18 de janeiro de 2018.
ALBERT LAGES MENDES
Promotor de Justiça
Titular da 6ª Promotoria Especializada

 

Vereador José Carlos, ensinando o Alcaide a fazer politica

O Vereador Presidente da Câmara Municipal de Imperatriz, José Carlos Pé de Pato, rebateu os argumentos usados pelo delegado-prefeito, ao defender sua posição de ter entrado na justiça contra o cumprimento das EMENDAS IMPOSITIVAS. O Alcaide em suas entrevistas, da sempre a impressão que ta gravando uma novela mexicana, pense num ator de quinta CATIGURIA, ele disse que quer proteger o “dinheiro público”. José Carlos disse que essa função não é do prefeito, é dos vereadores, eles é que foram eleitos para fiscalizar e proteger o dinheiro do município. Pé de Pato disse que o prefeito tinha que ter vetado as EMENDAS IMPOSITIVAS ao aprovar o orçamento, mas no entanto ao sanciona-lo, virou lei. Pra finalizar, o Edil disse que é uma grosseria essa atitude do Alcaide para com os vereadores. Veja abaixo dois trechos da entrevista concedida pelo Presidente José Carlos: “No meu entendimento, ele tinha que ter vetado as emendas ao aprovar o Orçamento, para posterior discussão em Plenário. Mas no momento em que sancionou as emendas com o Orçamento, no meu entendimento, virou lei. Então, ele não tinha que ter entrado [na Justiça]” – “Ora, quem tem que proteger o dinheiro do Município somos nós, os vereadores, Nós é que temos que fiscalizar e proteger o dinheiro do Município, não é o prefeito. Os eleitos para proteger o dinheiro [do município] e fiscalizar, fomos nós. Eles falam de uma forma como se o dinheiro fosse para a conta de vereador. Não é nada disso. Os vereadores fizeram as emendas impositivas porque é constitucional. Então, o prefeito faz as obras, o prefeito cumpre. Mas não, ele mesmo incita. Nós queremos apenas agraciar a sociedade com as nossas emendas, é mais do que natural. Qual vereador que se elege e não quer resolver o principal problema de um bairro, de uma comunidade? Acho isso uma grosseria [do prefeito] e entendo que vamos ganhar na justiça”, desabafou o presidente.

 

Se preparando para disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa

O vice prefeito Pastor Alex Nunes, em conversa com esse Blogueiro, garantiu que é pré-candidato a deputado estadual com o apoio do delegado-prefeito. Alex acredita que será o único candidato com o apoio do Palácio Branco, os demais que tinham a mesma pretensão, deverá apoiá-lo, é o caso do Advogado Marco Simão e o Médico Daniel Fiim. Se ele realmente tiver o apoio incondicional de toda gestão, a probabilidade de ser eleito é muito grande.

Por Guilherme Fernandes – Durante a folia também existe espaço para exercitar a solidariedade e a cidadania. É neste contexto que entra em ação mais um dos projetos do Salão Sol Stúdio Hair, empresa eleita em 2017 como referência em empreendedorismo solidário. O evento que será realizado no dia 19 de fevereiro, às 09:00, na sede do salão, terá o objetivo de promover um dia de beleza para mulheres vítimas do câncer, além da doação de perucas, lenços e demais itens de necessidades passadas pela AMPARE, Instituição parceira do evento.
Nesta primeira edição, o projeto Carnaval Solidário alcançou mais de 11 perucas, sem contar com a quantidade de utensílios que serão doados. A programação terá música ao vivo e contará com a presença da Rainha do Carnaval 2018, Jhulle Queiroz, que nomeará Princesa e Rainha do Combate ao Câncer.
“Para nós é uma imensa gratificação poder contribuir de alguma forma para a sociedade imperatrizense. Queremos agradecer a todos os foliões que tem nos procurado, e principalmente os empresários parceiros que apostaram nessa ideia e farão parte conosco desse momento impar na cidade”. disse Dra. Lesliane Barbosa, sócia proprietária do salão.
Para participar do evento é preciso entrar em contato com Sol Azevedo, sócia proprietária. (99) 991453678 / Rua Bom Jesus, S/N – Centro. Imperatriz

Responsável pelas marcas Dako e Continental

Devido a problemas de liquidez, a Mabe Brasil fecha sua fábrica em Itu, interior de São Paulo (Fernando Cavalcanti/VEJA)

Por Veja online – Responsável pela massa falida do grupo Mabe Brasil Eletrodomésticos, a Capital Administradora Judicial afirma que os controladores Luis Berrondo e Francisco Berrondo beneficiaram indevidamente os cofres da matriz.

Esse esquema, afirmam, teria drenado recursos da filial brasileira até levá-la à quebra, em 2016.

Segundo a Capital, o montante remetido irregularmente chega a R$ 1,1 bilhão.

A filial era responsável pela produção e comercialização dos eletrodomésticos de linha branca marcas Dako e Continental.

Agora, os mexicanos serão cobrados a ressarcir bancos, fornecedores e impostos na justiça.

“Lixão provoca danos à saúde humana e ao meio ambiente”, diz Coronel Zanoni.

Com uma população estimada em 15.895 habitantes, segundo dados do IBGE, o município de Governador Edison Lobão, a 30 quilômetros de Imperatriz, ainda não possui local adequado para o descarte correto do lixo domestico. Tudo recolhido na cidade é descartado irregularmente, as margens da MA-280, rodovia que interliga Governador Edison Lobão a Montes Altos.

Atendendo apelo da comunidade, Coronel Zanoni, esteve no lixão com o secretário Municipal de Transportes, Obras e Serviços Públicos, Francisco Soares Lima, oportunidade em que transmitiu ao titular da pasta os reclames dos moradores do local.

“Os problemas causados pelo lixão são muitos e variam desde a contaminação do meio ambiente até danos à saúde da população que vive nesse local. No meu entendimento a comunidade não pode ser penalizada por isso,” – disse Coronel Zanoni.

Durante o encontro, Chico Lima, como é chamado, informou que “o município já dispõe de um projeto para construção do Aterro Sanitário em local adequado”. Ele acrescentou ainda que “em breve o Poder Público Municipal, em parcerias, da inicio a obra,” – concluiu Chico Lima.

A forma de descarte de resíduos em Governador Edison Lobão é inadequada, uma vez que não há nenhuma proteção ao meio ambiente e não existe garantia de que eles não causem danos à saúde das pessoas.

O lixão caracteriza-se pela deposição do lixo em uma área aberta. Ao ser depositado dessa forma, ele não é analisado previamente, o que torna impossível saber quais os resíduos lançados no meio ambiente e o grau de poluição e contaminação que eles podem provocar. Além disso, o lixo pode atrair animais que são vetores de doenças.

Principais problemas ambientais e de saúde pública causados pelo lixão:

Contaminação do solo pelo chorume (líquido de cor escura proveniente da decomposição da matéria orgânica presente no lixo); Contaminação das águas subterrâneas com a penetração no solo do chorume produzido pela decomposição do lixo; Mau cheiro por causa da decomposição do lixo; Aumento dos casos de doenças, pois o lixo atrai ratos, baratas e moscas. Além disso, ainda pode tornar-se criadouro de mosquitos vetores de enfermidades como a dengue; Aumento do número de incêndios causados pelos gases que foram gerados a partir da decomposição dos resíduos depositados nos lixões. (Da Assessoria)

Bastou um ano pro delegado-prefeito se perder, as denúncias aumentam todos os dias, funcionários fantasmas, contratados muito acima do que a legislação permite. Funcionários recebendo e cursando medicina em outro estado, indicados por vereadores que nunca compareceram em seus postos de trabalhos. O Blog tem encontrado muitas dificuldades pra obter informações, mas os vereadores e o Ministério Público, poderiam vir a publico se manifestar sobre as várias denuncias que estão sendo feitas todos os dias. O sindicato dos servidores públicos, irá acionar o Ministério Público, é só aguardar.

Coisas estranhas vem acontecendo nessa administração, estão fazendo as coisas como se não houvesse uma legislação a ser seguida. No Jornal O Progresso do dia 14 de Novembro de 2017, foi publicado a exoneração do Senhor Erlandsson Allan de Matos Silva, do cargo de secretário adjunto de arrecadação. No mesmo dia o Senhor Erlandsson foi nomeado para o cargo de secretário municipal adjunto do planejamento, fazenda e gestão orçamentária com data retroativa a 01 de Abril de 2017, ou seja, 7 meses anterior a sua nomeação. Nesse período o secretário adjunto era o Senhor Ely Samuel dos Santos Silva, que foi exonerado somente em 14 de Novembro, com data retroativa ao dia 01 de Novembro de 2017, portanto do dia 01 de Abril a 01 de Novembro, o prefeitão acabou nomeando duas pessoas para o mesmo cargo. É um prato cheio se o Ministério Público ou a Câmara Municipal tiverem interesses. Informações dão conta que a exoneração do Secretário Oliveira, teve as digitais do Senhor Erlandsson e seus sistemas, mais isso é matéria pra outra postagem.

1 3 4 5 6 7