Governo do Maranhão terá que explicar SUPERFATURAMENTO de 500%, na compra de remédios adquiridos com dinheiro do SUS

Comentários 0

Por Linhares Júnior – O deputado federal Hildo Rocha protocolou no Ministério da Saúde pedido de auditoria no contrato realizado pelo Governo do Estado para compra de medicamentos com recursos do SUS. Rocha lembrou que a denúncia já foi formalizada, pela deputada estadual Andrea Murad, junto ao Ministério Público Estadual mas, como se trata de recursos federais, o parlamentar reforçou a denúncia levando o caso ao âmbito do Ministério Público Federal.

Superfaturamento de 500%

De acordo com o parlamentar, existem fortes indícios de superfaturamento.  “Como exemplo, eu vou citar a compra do medicamento temozolamida, cujo preço apresentado pela empresa vencedora da licitação, no começo do ano passado, foi de R$ 13,40. Entretanto, inexplicavelmente, o Governador Flávio Dino mandou comprar por R$ 77,33, totalizando mais de 500% de superfaturamento”, destacou Hildo Rocha.

O deputado foi taxativo ao afirmar que tal procedimento configura roubo. “É inadmissível que um remédio que custa R$ 13,40 tenha sido comprado por R$ 77,33. Então, eu quero deixar registrado que nós estamos tomando providências”, declarou.

Atuação abrangente

O parlamentar ressaltou que fiscalizar a aplicação de recursos públicos federais é uma das atribuições inerentes ao cargo de deputado. “Além de fiscalizar, e apresentar projetos em benefício da população maranhense também tenho buscado recursos federais para os municípios e também para o nosso Estado. No ano passado, por exemplo, conseguimos R$ 80 milhões de reais para atendimentos de Média e Alta Complexidade (MAC) na saúde pública. Portanto, estou cumprindo com os meus deveres de deputado federal”, afirmou Hildo Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *