BOMBA! BOMBA! BOMBA! Empresa do cabo eleitoral do Secretário Fidélis Uchôa ganha a licitação do lixo!!!

Comentários 0

A nova empresa contratada pela prefeitura para coleta, transporte e destinação de resíduos sólidos, já começou a trabalhar, é a Construtora Redenção Ltda – ME, com sede a Rua Tupan nº 581 na Vila Redenção II. Essa empresa foi toda maquiada para estar em conformidade com o edital, ela é de propriedade do Senhor Luiz Gonzaga Pereira Sousa e João Batista Pereira Sousa. Luiz Gonzaga Pereira Sousa é o famoso Luizinho do Botafogo, ele apoiou o Secretário Fidélis Uchôa na sua reeleição de vereador.

Para conseguir estar em conformidade com o edital no item 10.2-O, onde diz: Comprovação de possuir capital social minimo de 10% (dez por cento) do valor estimado da contratação, Luizinho alterou o capital social da empresa que era R$ 150 mil reais para R$ 2 milhões de reais. O Ministério Público precisa investigar como foi que se deu esse aumento exagerado no capital, e principalmente, vê pela declaração de renda do Senhor Luizinho, se ele tem condições financeiras suficiente para um aumento de capital tão grande assim, ou a intenção era simplesmente fraudar o certame. No item 10.2-M diz o seguinte: Comprovante de aptidão para desempenho de atividade pertinente compatível em característica, quantidades e prazos com o objeto desta licitação, através de apresentação de atestado (s) fornecido (s) por pessoa jurídica de direito publico ou privado. Delegado qual foi o município que essa empresa já trabalhou coletando lixo? Outro erro gritante, o ramo de atividade dessa empresa não é pertinente com o objeto licitado, em seu contrato social onde é que tem o CNAE para: Coleta, Transporte e destinação dos resíduos sólidos? Senhor prefeito o edital tem um item que proíbe essa empresa de subcontratar, é o item 8.1 que diz:

Fica vedada a subcontratação. Os caminhões que estão rodando na cidade, as placas são de Palmas, como é que a empresa é estabelecida em Imperatriz e os veículos são emplacados em Palmas? Licitação de limpeza publica sempre foi problemática exatamente pela complexidade e pela quantidade grande de empresas interessadas em participar, por isso os contratos são longos. A principio o contrato seria de um ano com um valor estimado em R$ 16.164.402,36, mas o delegado fez o contrato com essa empresa para apenas 3 meses, e o valor R$ 2.663.263,14. Delegado veja a foto da sede dessa empresa, vá lá e constate você mesmo, não tem nenhuma estrutura. No governo Madeira o Ministério Público era muito atuante, já no governo do delegado, não se vê a mesma atuação. Delegado se prepara, vem aí uma chuva de ações por improbidade!!!

RETIFICAÇÃO: O Blog recebeu mensagem de um morador, dizendo que nessa rua da construtora, tem duas edificações com o esse mesmo numero, 581, é que a foto postado no Blog correspondia a sua casa, por esse motivo a retiramos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *