Monthly Archives: Janeiro, 2017

Um cidadão que esteve no Hospital Socorrão terça-feira a noite, entrou em contato com o BLOG, segundo ele, lá não tinha luvas descartáveis e nem gazes para fazer curativos, aí é pra acabar com o Pequi do Goiás. Meu prefeito, essas coisas não podem faltar, isso é o básico do básico. O BLOG entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da prefeitura, que é comandada pelo Doutor Sérgio Macedo, mas até a publicação da postagem, nenhuma resposta foi dada.

Uma coisa é certa, o prefeito não tem como saber de tudo que se passa no município, até porque são muitos órgãos e o numero de servidores também é muito grande, mas ele é responsável pelo acontece, por isso é importante agir com rapidez assim que as denúncias forem feitas. Segundo informações de servidores, a “turma de Cidelândia” ta deitando e rolando no Hospital Socorrão, eles estão preenchendo todos os cargos estratégicos. Cabe agora ao prefeito, investigar e tomar as medidas cabíveis. 

Essa é a matéria ORIGINAL publicada no site oficial da Prefeitura

Depois que o Blog postou dizendo que alguns dos pretensos secretários que estão aguardando liberação de seus órgãos de origem, já estavam despachando e que no site oficial da Prefeitura Municipal, tinha matérias publicadas já chamando um deles de secretário (imagem acima), o Prefeito Assis Ramos mandou que fosse modificado o texto publicado (imagem abaixo). Ficou vergonhoso pro prefeito a forma como foi feito, não precisa ter modificado o texto como se não tivessem errado, bastava ter feito uma retificação. Mas já conhecendo o prefeito, o Blog antes de postar procurou se resguardar e printou todas paginas mencionadas na postagem anterior. Acima é o texto original publicado no site oficial da Prefeitura Municipal, e abaixo o texto modificado, mas se o Ministério Público tiver interesse, o Blog do Porão tem essas paginas e muitas outras. 

Essa é a postagem GENERICA, ou seja, modificada após a denúncia feita pelo Blog

É muito preocupante a situação de alguns que foram indicados para ocuparem cargos na administração municipal e que até agora não obtiveram a liberação dos seus órgãos de origem. Segundo informações, a maioria esta dando expediente e despachando normalmente, seria bom o Ministério Público investigar se realmente isso ta acontecendo. No site oficial da Prefeitura Municipal, já tem servidor sendo chamado de secretário e inclusive viajando e mantendo contados com outros órgãos da administração federal (aqui). Outros aparecem em reuniões do município, (aquiaqui e aqui). Caso se confirme tal denúncia, o Prefeito Assis Ramos e os pretensos secretários estariam cometendo três ilícitos: Falsidade ideológica, usurpação de função publica e improbidade administrativa. O Blog do Rui Porão entrou em contato com a Assessoria de Comunicação, dirigida pelo Doutor Sérgio Macedo. A Assessoria informou que não existe nenhum texto publicado que os coloca como secretários. Se não foi a Assessoria de Imprensa comandada pelo Doutor Sérgio Macedo que fez o texto publicado no site oficial da prefeitura, (aqui) então quem foi?

 

O governador Flávio Dino participa nesta quarta-feira, 25, em Fortaleza, de um ato político promovido pelo Movimento Sem Terra com a presença de governadores, senadores, deputados e de diversas representações da sociedade civil.

Além de Dino, estão confirmadas as participações do governador Wellington Dias (PI), dos senadores Pimentel (PT-CE), Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffman (PT-PR), de deputados federais e estaduais, do presidente do PT, Rui Falcão, e de presidentes/as e representações de entidades nacionais, entre elas Carina Vitral, presidenta da UNE e Camila Lanes, presidenta da UBES.

Representantes da Frente Brasil Popular e movimentos sociais urbanos, a exemplo do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), também estarão em Fortaleza para a atividade do MST.

Ainda conforme o MST, a atividade, no Clube da Cofeco, às 19h30, vai reafirmar a posição “contra a retirada de direitos sociais capitaneada pelo governo de Michel Temer”.

A participação de Dino confirma a liderança nacional exercida pelo governador do Maranhão e sua posição em defesa dos movimentos sociais e sua posição contra o atual Governo Federal.

Fonte: aqui

A ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi transferida na tarde desta terça-feira (24) para o CTI (Centro de Terapia Intensiva) do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Segundo a assessoria do hospital, que não emitiu nenhum boletim médico até o momento, o estado da ex-primeira-dama é grave. O hospital informou que Maria Letícia, de 66 anos, chegou consciente, deu entrada às 15h30 e foi levada imediatamente para a sala de cateterismo para estancar a hemorragia.

Em seu perfil no Twitter, o ex-presidente Lula publicou: “Estamos torcendo muito para que ela se recupere logo.”Marisa Letícia estava em seu apartamento, em São Bernardo do Campo, quando sofreu um sangramento cerebral. Ela teria sido inicialmente atendida em um pronto socorro da região. O cardiologista Roberto Kalil teria atendido a ex-primeira-dama ainda em São Bernardo. Como o quadro era grave, ela foi removida de ambulância para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Fonte: aqui

No site da Prefeitura de Imperatriz aparece os nomes dos secretários, mas tem dois que chama à atenção, o Secretário de Educação, Josenildo José Ferreira e o Secretário de Esporte, Janilson Cordeiro Lindoso, aparece a palavra (INDICADO) na frente do nome do secretário. Segundo informações, como os dois são servidores estaduais, falta ainda a liberação do governo do estado, portando, nenhum dos dois pode assinar qualquer documento.

Pense num povo que gosta de levar taca, são os comunistas do Maranhão. Segundo o Jornalista Yuri Almeida do Blog Atual7, o Governo do Estado nomeou para Coordenação do Procon na cidade de Timon, um acusado de assalto no Piauí, Daniel Coimbra. Veja na íntegra a postagem:

O diretor do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) no Maranhão, Duarte Júnior, atendeu a um pedido do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), e colocou no comando da autarquia na cidade um acusado da praticar assalto no estado do Piauí.

Trata-se do ex-presidente do diretório municipal do PSDB e candidato derrotado a vereador pelo menos partido, Daniel Vieira de Sousa Coimbra.

Em fevereiro de 2006, Daniel teve pedido de prisão preventiva solicitado pelo Ministério Público daquele estado, sob a acusação de associação criminosa com outros seis integrantes do suposto bando, após ser preso em flagrante durante um assalto a mão armada. Com eles a polícia encontrou uma pistola Taurus, modelo PT 58 SS .380, nove cartuchos intactos, um picotado e um carregador. Á época, Daniel chegou a pagar R$ 200,00 de fiança para sair da cadeia.

                                                                                                            Questionado sobre as acusações contra o coorde

Daniel Coimbra e Luciano Leitoa, com o também amigo Felipe Santolia — outro que já foi preso pela polícia, por apropriação indébita previdenciária

RELAÇÕES PERIGOSAS Daniel Coimbra e Luciano Leitoa, com o também amigo Felipe Santolia — outro que já foi preso pela polícia, por apropriação indébita previdenciária

nador da unidade em Timon, o Procon-MA informou, em nota, que Daniel Coimbra não é mais investigado pelo MP do Piauí, “gozando de reputação ilibada junto aos órgãos públicos”. O órgão afirmou que, “após atestar equívoco em investigações abertas”, o Parquet “arquivou definitivamente o processo envolvendo Daniel Coimbra por não constatar o cometimento de nenhum crime”.

Documentos obtidos com exclusividade pelo ATUAL7 confirmam que o processo foi arquivado pela Justiça do Piauí, há dois anos. Contudo, o Procon-MA mentiu quanto ao motivo do arquivamento.

Lentidão da Justiça

Parecer do MP-PI mostra que, no dia 2 de maio daquele ano, o Núcleo Criminal da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Teresina (PI), a promotora de Justiça Rita de Fátima Teixeira Moreira Souza pediu que fosse declarada a extinção da punibilidade contra Daniel Coimbra e os outros integrantes do suposto banco por prescrição do processo, antes de transitar em julgado a sentença final.

Confira o parecer do MP-PI pela extinção da punibilidade
Baixe a setença do TJ-PI arquivando o processo por prescrição

Segundo Rita Moreira Souza, o Código Penal Brasileiro prevê a pena máxima de três anos de reclusão para quem for enquadrado em associação criminosa. Como já teria passado oito anos desde o recebimento da denúncia pela Justiça, a pena havia prescrevido.

“Diante do exposto, tendo ocorrido a prescrição da pretensão punitiva do Estado antes de transitar em julgado a sentença final, em face do não exercício do jus puniendi no prazo legal, o Ministério Público requer: seja declarada extinta a punibilidade dos réus (…) e Daniel Vieira de Sousa Coimbra (…) do crime de associação criminosa”, assinalou.

Pouco mais de um mês depois, no dia 4 de junho daquele ano, o parecer foi acompanhado pelo juiz Teófilo Rodrigues Ferreira, respondendo em exercício na 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, livrando Daniel Coimbra por lentidão da Justiça — fato que o Procon-MA tentou encobertar para proteger o indicado político.

1 2 3 4 5 12