Monthly Archives: Janeiro, 2017

O Governo Madeira chega ao fim. Madeira é tido pela grande maioria como o prefeito que mais trabalhou, mas inexplicavelmente tem cerca de 80% de rejeição, ou seja, trabalhou muito, mas não se preocupou em fazer o social, o povo precisa de obras, mas também de carinho e atenção. Ao longo desses 8 anos, ele não foi capaz de preparar o seu sucessor, o único que lhe interessava, a Policia Federal jogou areia no ventilador. Nem manter seu partido forte ele foi capaz, prova disso é o resultado dessa eleição, onde o partido fez apenas dois vereadores. Os poucos que ainda estavam do seu lado, não era por amor a ele, era pelo contra-cheque. Todos aqueles que o ajudaram a superar as quatro derrotas consecutivas, foram abandonados, marginalizados pela turminha da “sala fria”. É bem verdade que ele trabalhou muito, mas a arrecadação do município cresceu bastante, ele foi o único a ter ajuda de três governos estaduais, e ainda sim, traiu os três. Madeira só não teve um final melancólico, graças ao dinheiro da repatriação, se não fora isso, servidores e fornecedores ficariam sem receber. O teste de fogo será agora, onde ele passará dois anos no ostracismo, e somente em 2018 ele voltará a cena politica, agora ele conhecerá de verdade quem são seus amigos e aliados. Como ele voltará a pedir votos em municípios onde faz mais de oito anos que ele não bota os pés lá? Onde os famosos kits sanitários se quer existem mais, onde não existe nenhuma obra sendo feita pelas construtoras do Senhor Roberto Alencar. O Governo Madeira chegou ao fim, ele está só até “seu” Zé o abandonou. Madeira só terá uma companhia, o buraco da Simplicio Moreira, seu governo iniciou com ele, e terminou com ele.

A campanha de José Carlos a Presidência da Câmara Municipal de Imperatriz, teve a participação marcante de uma pessoa, Rosângela Curado, ela trabalhou o tempo todo nos bastidores, principalmente junto aos doze vereadores que se mantiveram unidos. Rosângela mostrou a eles o quanto era importante o grupo se manter unido, e assim eles se mantiveram. Eles sofreram várias investidas, ofertas de todo tipo, e até pressão por parte de alguns membros da igreja, que sempre se deram bem, e logicamente não iriam perder essa oportunidade. A única carta que Rosângela tinha, era o seu forte argumento, não foi preciso fazer nenhuma cena teatral pra conseguir levar até o final os doze guerreiros unidos. E como o Blog do Rui Porão já tinha antecipado (aqui), José Carlos Pé de Pato foi eleito por unanimidade. Parabéns ao novo presidente José Carlos por ter se mantido sereno e fiel a seu grupo, parabéns a guerreira Rosângela Curado, com apenas o dom da palavra foi capaz de vencer o Golias, parabéns aos doze vereadores que se mantiveram unidos, parabéns ao jovem vereador Fábio Hernandez que soube reconhecer o momento certo de recuar.

1 10 11 12