Monthly Archives: dezembro, 2016

Um prédio onde vai funcionar uma possível secretária, já foi feito o compromisso de aluguel. Detalhes, o dono do imóvel é cunhado de outro possível secretário, tudo tranquilo, um negócio fechado entre três compadres. Acredito que não tenha nada de errado, como também acho super normal um possível secretário ja ta andando de Mercedes zerada sem placa. Tudo indica que a farra dos alugueis vão continuar.

O Senador Roberto Rocha definitivamente assumiu a oposição ao Governo Flávio Dino. Rocha não tem poupado ninguém. Através de sua página no Twitter, ele vem fazendo pesadas criticas ao governo e a seus secretário. Outro dia ele chamou o Secretário Estadual de Infraestrutura Clayton Noleto, de boneco (aqui), o “Posto Ipiranga” ficou irritadíssimo. Numa debate acirrado com o irmão do Secretário de Comunicação e Articulação Politica Marcio Jerry, Roberto chamou os dois de ratos (aqui), não entendi porque tamanha ofensa ao roedor. Não satisfeito, ele partiu pra cima do Governador Flávio Dino, o Senador quer saber se o governo vai ficar nessa de reformar pracinhas e ruas, ou vai continuar financiando o COMUNISMO nos países da América Latina. Realmente sou obrigado a concordar com ele, reforma de praças e ruas, é um trabalho muito pequeno para um governo que se propõe a ser melhor da história. Precisamos de obras de impacto, que possa melhorar significativamente a vida das pessoas. #chegadeobraseleitoreiras.

Enquanto Jackson Lago se preocupou em fazer grandes obras, como a Ponte Dom Affonso Fellipe Gregory, a Rodoviária, o Estádio Freio Epifânio, o Governador Flávio Dino segue reformando pracinhas como a do Parque Anhanguera, tão pequena, que se morrer um cavalo em cima, fica com o rabo de fora. Essa foto mostra muito bem o que tem sido esse governo, veja a alegria do governador e do Secretário Clayton Noleto entregando mais uma reforma de praça.

Parabéns Governador Flávio Dino pelo presente de Natal que deu aos Maranhenses!

Eis os Presentes:

1º – Aumento da Gasolina

2º – Aumento da Energia

3º – Aumento da Cerveja

4º – Aumento da Internet

5º – Aumenta da TV a cabo

6º – Aumento do Cigarro

Agrademos e quero dizer que estamos muito feliz pelo presente que nos deu!

Aqueles que irão ficar desempregados também estão felizes.

Ah agradecemos também aos deputados da nossa região que ajudaram a proporcionar este aumento de impostos. Obrigado nobre Deputado Léo Cunha, obrigado Deputado Marco Aurélio, esse tem mostrado como se faz diferente, obrigado Deputada Valéria Macedo, indiscutivelmente a que mais trabalha.

FELIZ NATAL MEU BOM GOVERNADOR!!!

E.T.: Texto extraído das redes sociais, com edição.

A Revista Istoé traz uma reportagem sobre o Grupo Petrópolis, que fabrica a Cerveja Itaipava. A reportagem da revista mostra o esquema de corrupção feito pelo empresário Walter Faria, amigo pessoal de Lula. Veja abaixo, trechos da matéria:

“A Itaipava se soma a uma sofisticada engenharia financeira montada pela Odebrecht para o pagamento de propina. A profissionalização da corrupção impressionou os investigadores. Dentre os métodos, um dos favoritos era usar operadores financeiros que geravam dinheiro em espécie para os repasses a políticos. Também ocorriam transferências bancárias no exterior, em operações de lavagem de dinheiro, e o uso de empresas intermediárias, como era o caso do grupo de Walter Faria, segundo os relatos da delação.

Os detalhes da delação que serão fornecidos nos próximos dias serão essenciais para explicar como o dinheiro da Odebrecht chegava até o grupo Petrópolis, para que daí fosse redistribuído aos políticos. Os executivos colocaram sob suspeita a construção de três fábricas da cervejaria Petrópolis, feitas pela Odebrecht na Bahia, Mato Grosso e Pernambuco. Investigadores que ouviram os depoimentos contam que as obras seriam moeda de troca para o pagamento de propina a políticos. Em vez de cobrar o custo real da obra, a Odebrecht pediria que o grupo Petrópolis repassasse propina e abateria os pagamentos do valor da obra.”

E mais:

“Os procuradores consideram que esses relatos vão ajudar a fechar o quebra-cabeças em torno de Walter Faria, cujos indícios de envolvimento na Lava Jato já surgiram há algum tempo. A delação premiada do administrador Vinicius Borin, responsável por abrir contas secretas para a Odebrecht no exterior, foi um dos indícios mais contundentes até agora: ele contou que um dos herdeiros do grupo Petrópolis, Vanuê Faria, foi sócio da Odebrecht na compra de um banco no Caribe para movimentar propina. Vanuê é sobrinho de Walter Faria e entrou com um terço da participação na filial do Meinl Bank, em Antígua, de acordo com o relato do delator. Também há suspeitas de que uma conta na Suíça de Walter Faria tenha recebido transferências do lobista Júlio Camargo, que atuava na Petrobras.”

A Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta quinta-feira (15) que desacato a autoridade não pode ser considerado crime porque contraria leis internacionais de direitos humanos.

Os ministros votaram com o relator do caso, Ribeiro Dantas. Ele escreveu em seu parecer que “não há dúvida de que a criminalização do desacato está na contramão do humanismo porque ressalta a preponderância do Estado –personificado em seus agentes– sobre o indivíduo”.

“A existência de tal normativo em nosso ordenamento jurídico é anacrônica, pois traduz desigualdade entre funcionários e particulares, o que é inaceitável no Estado Democrático de Direito preconizado pela Constituição Federal de 88 e pela Convenção Americana de Direitos Humanos”, acrescentou.

Segundo o artigo 331 do Código Penal, é crime “desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela”. A pena prevista é seis meses a dois anos de detenção ou multa.

Origem da decisão – A decisão tomada hoje pelos ministros do STJ teve origem em um recurso especial do Ministério Público de São Paulo em defesa de um homem condenado a mais de cinco anos de prisão por roubar uma garrafa de conhaque, desacatar policiais militares e resistir à prisão. Os ministros da Quarta Turma do STJ anularam a condenação por desacato.

Em seu relatório, o ministro Dantas afirmou que “a Comissão Interamericana de Direitos Humanos já se manifestou no sentido de que as leis de desacato se prestam ao abuso, como meio para silenciar ideias e opiniões consideradas incômodas pelo establishment, bem assim proporcionam maior nível de proteção aos agentes do Estado do que aos particulares, em contravenção aos princípios democrático e igualitário”.

Por fim, o relator observou que a descriminalização da conduta não significa que qualquer pessoa tenha liberdade para agredir verbalmente agentes públicos.

“O afastamento da tipificação criminal do desacato não impede a responsabilidade ulterior, civil ou até mesmo de outra figura típica penal (calúnia, injúria, difamação etc.), pela ocorrência de abuso na expressão verbal ou gestual ofensiva, utilizada perante o funcionário público”.

Fonte: (aqui)

Segundo o Blog Atual7, o Governador Flávio Dino vai pagar a cada deputado que votou a favor do aumento dos impostos, R$ 1 milhão de reais em emendas. Veja abaixo a íntegra da postagem:

O Palácio dos Leões vai pagar o total de R$ 26 milhões em emendas aos deputados que votaram a favor do projeto de lei que aumenta alíquotas de ICMS sobre várias faixas de consumo em todo o estado. Na prática, o reajuste do imposto provocará uma pressão sobre os preços das contas de energia elétrica, de combustíveis, de cigarros e de serviços como telefonia e TV por assinatura.

O acerto, de que cada parlamentar será beneficiado com R$ 1 milhão, foi costurado ainda no final de novembro entre líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSB); o secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares; e o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry Barroso.

Na calada da noite de quarta-feira 14, em reunião a portas fechadas no Palácio com o próprio governador Flávio Dino (PCdoB), o acordo foi confirmado.

Alguns parlamentares, a exemplo da deputada Graça Paz (PSL), queriam ouvir da boca do próprio comunista a garantia de que o dinheiro seria repassado. Com a palavra do governador de que a verba cairá ainda este ano, os representantes da população maranhense no Poder Legislativo aprovaram a proposta do Executivo, em sessão conturbada, mas de votação esmagadora, nessa quinta-feira 15.

Apenas oito parlamentares foram contrários ao aumento. Outros oito deputados não estavam presentes no momento da votação. Aqui da região tocantina, os traidores do povo, foram: Leo Cunha, Marco Aurélio e Valéria Macedo.

Fonte com edição: (aqui)

O Blogueiro oficial do Presidente da Câmara Municipal de Imperatriz Zé Carlos Pé de Pato, Uberlandes, fez uma postagem enaltecendo o trabalho do Governador Flávio Dino. Na verdade Uberlandes quis agradecer o empenho que os secretários de Flávio Dino estão tendo na campanha de Zé Carlos rumo a um novo mandato na Presidência da Câmara. Por ai da pra se ter uma ideia de como será conduzido os trabalhos na Câmara, caso Pé de Pato seja reeleito. É o chamado toma lá, da cá.

1 2 3 4 7